Sunday, September 16, 2012

September's here again

Este é um texto sentimental. Um texto do fundo do coração - do meu coração, onde tantas pessoas vivem. A minha mãe morreu em Janeiro passado. Ela era brilhante, esperta, amiga, mas também era uma mulher de luas e muito crítica. Às vezes adorava-a, outras vezes ressentia-me das coisas que dizia e fazia. Ela era capaz de me enfurecer, mas também a admirava. E admiro. Para mim, ela vive no presente. Por isso, quando arranjei estas flores numa jarra que lhe pertencia, lembrei-me dela e de como ela gostava das suas coisas. Das suas loiças antigas, as colecções, os livros. Lembrei-me da sua vida. Mother, I love you like I never told you.





This is a sentimental post. One from the heart - my heart, where so many people live. My mother passed away last January. She was brilliant, witty, kind, but also moody and critical. Sometimes I loved her, sometimes I resented the things she did and said. She made me angry, but I also admired her. And I still do. To me, she lives in the present. So when I arranged these autumn flowers in a vase that belonged to her, I thought of her and of how she loved her little things. Her vintage china, her collections and books. It reminded me of her life. Mother, I love you like I never told you.

12 comments:

Ana V. said...

Podia ter escrito o mesmo sobre a minha mãe. Lindo este jarro e todo o arranjo.

Milk Woman said...

Aiii.... as mães... Só me comecei a dar bem com a minha quando saí de casa...E cada vez que abro a boca, digo as mesmas coisas que ela diz!

MJ said...

bem vinda Susana :)
beijinhos!

As Cores do Arco-Íris said...

Mãe tem esse poder, AMO a minha incondicionalmente. Vai fazer esta semana 4 anos que sou Mãe... e como a entendo perfeitamente dos trabalhos, das situações e dos apertos pelos quais passou.

Ana said...

Um beijinho grande Susana!!

Maria João said...

Sempre me dei e ainda dou (graças a Deus) bem com a minha mãe. Nunca discutimos, nunca nos contrariámos e não sei como vai ser quando um dia ficar sem ela. Um beijinho grande.

Susana Vasconcelos said...

Que lindo post! :) Já estava com saudades.
Beijinhos.

her billowing heart said...

so beautiful!!!

lots of loveliness

Bellenza Wedding Bistro said...

Can see the love in this beautiful vignette!

Isabel Bernardo said...

Que coisa mais linda, que você escreveu Susana :)))
As mães têem pelos filhos um amor incondicional, mas normalmente discordam de coisas que fazemos...tenho certeza que a sua mãe onde estiver vai amar tudo o que disse, mas vai tambem criticar alguma coisa...Isso é o papel que uma mãe faz, a minha mãe até hoje faz isso, é o ciclo da vida, mas o AMOR prevalece :)))
Um beijo no coração!!!

lusitania said...

Tenho certeza que ela sabe....:-))!

Aida said...

incrível como tristeza e beleza podem caber juntas num mesmo post e
não se conseguir discernir onde começa uma e acaba a outra...

ainda bem que a memória persiste!


um grande beijinho